Menu fechado

Saiba a diferença entre a Obesidade e esterilidade

A obesidade é um grave problema de Saúde Pública. Sua prevalência vem aumentando ao longo das últimas décadas, tanto em países desenvolvidos como em boa parte dos países em desenvolvimento. A situação mundial atual é tão grave que, no século 21, se fala em um epidemia global de obesidade a chamada “globesidade”.

Além de ser prejudicial para a saúde, a obesidade ainda pode diminuir as chances de uma mulher engravidar. Diversos estudos indicam que as obesas têm maior prevalência de amenorréia e infertilidade, sendo que 35 a 40% das mulheres com síndrome dos ovários policísticos são obesas. A obesidade também reduziria as chances de sucesso dos tratamentos para esterilidade e aumentaria a probabilidade de abortamento espontâneo.

Além disso, os quilos a mais dificultam são fatores de risco para doenças sérias como diabetes e pressão alta. Da mesma forma, mulheres magras de mais têm taxas mais altas de infertilidade, pois o organismo fica fraco demais para suportar uma gravidez.

Portanto, se neste ano você planeja engravidar, uma das principais dicas é cuidar do seu peso. Alimentação correta e exercício físico são fundamentais. Caso tenha dificuldades, procure ajuda médica.

Fonte: Paraná Online

Post relacionado

Deixe uma resposta