Menu fechado

Mais de R$ 200 mil em remédios apreendidos em operação

Uma operação coordenada pela CGA (Corregedoria Geral da Administração) em conjunto com a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo apreendeu de 61 caixas de remédios avaliadas em mais de R$ 200 mil.

A operação, que teve apoio do DPPC (Departamento de Polícia e Proteção à Cidadania), Vigilância Sanitária e da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), durou um mês.

Foi identificado um grupo suspeito de desviar medicamentos usados no tratamento de câncer e de pacientes transplantados da Secretaria de Estado da Saúde. Entre os medicamentos apreendidos estavam o Avastin, Mabthera e Terlipressina. O preço de cada caixa variava entre R$ 300 e R$ 9.000.

De acordo com a Corregedoria Geral da Administração, os remédios eram furtados do almoxarifado dos hospitais públicos e vendidos por preços bem abaixo do mercado para distribuidoras, que os revendiam para hospitais de todo o Brasil.

Uma distribuidora de remédios, localizada em São Caetano do Sul, já foi interditada durante a operação. As investigações também apontaram que os hospitais adquiriam os medicamentos por meio de um site de compras médicas.

Esta é a segunda operação coordenada pela Corregedoria Geral da Administração em conjunto com a Secretaria de Estado da Saúde, em 2011, para combater o desvio de medicamentos. Em março passado, foram apreendidas 30 caixas de remédios oncológicos avaliadas em R$ 160 mil na capital paulista, Grande São Paulo e Rio de Janeiro.

Fonte: Notícias R7

Post relacionado

Deixe uma resposta