Menu fechado

Uso de remédio de diabetes para emagrecer não é aconselhado pela Anvisa

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) trouxe um alerta importante na última quinta-feira (8). A nota divulgada pela instituição aponta que o medicamento Victoza, usado no tratamento do diabetes, “não é indicado para emagrecimento” e que seu uso para “qualquer outra finalidade que não seja como antidiabético caracteriza elevado risco”.

Esse medicamento foi lançado nos Estados Unidos no ano passado, e chegou ao Brasil nos últimos meses. O Victoza tem sido prescrito por endocrinologistas para pessoas que querem perder peso. O crescente uso da medicação para eliminar o excesso de peso também foi tema de matéria de capa da edição da Revista Veja de 7 de setembro, com a seguinte manchete: “Parece milagre! – Um novo remédio faz emagrecer 7 a 12 quilos em apenas cinco meses. E sem grandes efeitos colaterais. Saiba tudo sobre ele”.

Mas o posicionamento da Anvisa, em nota publicada no dia seguinte à publicação da revista, mostrou que o medicamento é cadastrado na agência, mas que não existem estudos que “comprovem qualquer grau de eficácia” para “redução de peso e tratamento de obesidade” e não há estudos suficientes quanto aos efeitos colaterais.

Alguns dos possíveis “eventos adversos” criados pelo uso do Victoza são alteração da função renal, hipoglicemia, dores de cabeça, náusea, diarreia, alergia, e “efeitos inesperados mais graves”.

“Além destes eventos destacam-se outros riscos: pancreatite, desidratação e alteração da função renal e distúrbios da tireoide, como nódulos e casos de urticária.”

Por Éverton Oliveira, da redação Saúde Plena

Fonte: Pernambuco Online

Post relacionado

Deixe uma resposta