Menu fechado

Os cuidados da diabetes e da alimentação

Karin Honorato mostra alimentos que equilibram o colesterol

A nutricionista Karin Honorato fala neste sábado (5) sobre os cuidados na alimentação para quem tem diabetes. A doença causa uma disfunção no metabolismo e tem atingido cada vez mais um maior número de pessoas, segundo a nutricionista.

Existem os diabetes tipo 1 e tipo 2. Este último é a forma mais comum, que, de acordo com Karin, atinge cada vez mais crianças e adolescentes, por causa dos maus hábitos alimentares.

Karin fala sobre o funcionamento da glicose no organismo humano: “Quase tudo que nós comemos se transforma em glicose. A glicose é um açúcar presente no nosso sangue, mas o certo é que a glicose deva estar dentro das nossas células, para que possa servir de combustível. Quem coloca a glicose dentro das células é um hormônio que se chama insulina (…) (…) quem sofre de diabetes não produz a insulina, ou produz em quantidade insuficiente, ou as células não recebem, com eficácia, a função da insulina.”

A nutricionista atenta para o fato de as pessoas normalmente acreditarem que somente o açúcar refinado, ou o açúcar mascavo, são “venenos” para os diabéticos. Por isso, ela faz questão de lembrar do açúcar que está embutido nos alimentos, “esse também é um grande vilão”, diz.

Karin fala a respeito de vários alimentos e destaca os que melhor se adaptam a uma boa dieta para os diabéticos. Segundo ela, as pessoas devem preferir os alimentos integrais aos alimentos feitos com farinha. “Fibras são essenciais para quem sofre com o diabetes. Primeiro, porque ajuda a regular o nível de açúcar. Segundo, porque equilibra o colesterol”, explica a nutricionista.

O principal mineral que traz o equilíbrio no nível de açúcar no sangue se chama “cromo” e as melhores fontes desse mineral são: feijão, ovos, cebola e cacau em pó sem açúcar. Com relação aos tubérculos, como batata, cenoura, inhame e beterraba, eles devem vir sempre acompanhados de uma proteína, seja uma carne magra ou uma porção de feijão.

Segundo Karin Honorato, a farinha de semente de uva, a farinha de banana verde e a canela em pó, são três alimentos que merecem destaque para os diabéticos. “Procure acrescentar esses alimentos, seja em sucos, vitaminas, na fruta, ou até na comida. Isso ajuda muito no equilíbrio da glicose”, explica Karin.

O diabético precisa ter cuidado para não comer refeições em grandes quantidades e também não pode ficar muito tempo sem se alimentar.

Para finalizar, a nutricionista Karin Honorato dá alguns conselhos: consuma frutas nos intervalos entre as refeições, sempre leia os rótulos dos alimentos e limite a bebida alcoólica a dois drinks por semana.

Fonte: Midia News

Post relacionado

Deixe uma resposta