Menu fechado

Evento em Indaiatuba no dia do Diabetes

Uma ação promovida pela Associação de Diabetes Sempre Amigos de Indaiatuba, em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, pretende conscientizar a população sobre essa doença silenciosa que atinge cerca de 10 milhões de brasileiros. Dia 10 de novembro (sábado) a população terá a oportunidade de fazer exames de glicemia, aferir a pressão arterial, medir a circunferência abdominal e obter orientações sobre a doença na Praça Prudente de Moraes das 8 às 14 horas.

Trata-se de uma atividade que visa lembrar o Dia Mundial do Diabetes, comemorado dia 14 de novembro, data criada em 1991 pela International Diabetes Federation (IDF) em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS), como uma resposta ao crescente número de casos em todo o mundo.

Outra atividade realizada na mesma data será uma caminhada promovida pelo Lions Clube em parceria com a Associação de Diabetes Sempre Amigos de Indaiatuba. A concentração será realizada às 8h30 em frente ao Lions Clube, situado à Avenida Conceição, 112. O grupo seguirá até a Praça Prudente de Moraes.

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba estima que aproximadamente 20 mil pessoas sejam portadoras de diabetes mellitus na cidade, apesar muitos ainda desconhecerem ser portadores da doença. Segundo o secretário da pasta, dr. José Roberto Stefanni, cerca de 60% da mortalidade do município ocorre em decorrência de doenças crônicas não transmissíveis. “É preciso estar atento, pois se trata de uma doença pouco sintomática e o diagnóstico precoce é de extrema importância para evitar futuras complicações”, disse.

Centro de Referência

O grupo gestor da Secretaria de Saúde em parceria com a Associação de Diabetes Sempre Amigos de Indaiatuba está desenvolvendo um projeto para a criação de um centro de referência para pacientes com obesidade, hipertensão e diabetes. A intenção é oferecer um novo serviço à população com atendimento qualificado e equipe multidisciplinar para acompanhar os casos mais graves e promover o matriciamento na rede de saúde do município.

Os portadores de diabetes mellitus contam atualmente com o Programa Hiperdia que, além de um sistema informatizado que permite cadastrar e acompanhar os portadores de hipertensão arterial e/ou diabetes, conta com uma equipe de profissionais que dão orientações sobre as doenças e dicas de como viver melhor.

Fonte: Itu

Post relacionado

Deixe uma resposta